Laboratório de Convivência
Laboratório de Convivência

Se alguém lhe chamasse para apresentar o mundo para uma pessoa, por onde começaria?

press to zoom

É tarefa de cada um e de todos nós apresentarmos e reapresentarmos o mundo, aquele que está ao nosso redor...

press to zoom

Que então possamos assumir o compromisso de transformar realidades

press to zoom

Se alguém lhe chamasse para apresentar o mundo para uma pessoa, por onde começaria?

press to zoom
1/4
 
 
LEO_1061.JPG

E como se estabelecem a convivência e as relações impactam diretamente todas as pessoas envolvidas. Necessário se faz então, que se constituam, em bases que considerem a vida e o bem comum como primordiais.

Elegemos a Justiça Restaurativa, a Educação para a Paz e afins, para nos guiar nesta caminhada. Seus princípios e valores inspiram ações que se transformam em filosofia de vida possibilitando outras e novas – ou talvez o resgate de antigas – formas de se conviver.

Acreditamos em uma Justiça e em uma Educação que estejam a serviço de reflexões profundas, e que a Paz é algo concreto, que é construída, se faz e acontece quando existe amor, se experimenta justiça e se vivencia liberdade.

O Laboratório de Convivência convida as pessoas a se encontrarem para aprenderem novas formas de se relacionar.

APRESENTAÇÃO

Laboratório de Convivência

Uma certeza tem orientado o fazer do Laboratório de Convivência: trabalhar com o humano e sua humanidade, um tema tão nobre, é preciso calma, um processo artesanal, bem planejado, flexível às realidades e às demandas pessoais e coletivas e, principalmente, envolvendo e acolhendo necessidades para que este fazer seja legítimo e transformador.

Compartilhamos a existência, o tempo e o espaço, os lugares, os ambientes... estamos em relação, independentemente do tempo e da distância. Somos influenciados pelo que já aconteceu e o que foi, e pelo que acontece e é agora, seja próximo ou do outro lado do mundo. Somos afetados e afetamos, de longe ou de perto, vivemos juntos e juntas, convivemos.

site 8.jpg